sexta-feira, 4 de março de 2011

Magic: The Gathering

Pra uma boa parte das pessoas esse post vai ser inutil, afinal, MTG é um jogo muito conhecido, aliás, a principio eu desejava fazer um texto sobre Magic, mas pensei que era desnecessario.
Bem, nessas ultimas semanas nas quais tenho jogado Magic com maior frequencia, após longo tempo sem jogar, notei que muitas pessoas não conhecem esse cardgame, que é o pai dos Jogos de cartas Colecionaveis (TCG). Acabei percebendo que haviam muitas pessoas que jogavam Pokemon, Yu-gi-oh, ou outros cardgames, mas não conheciam o Magic. E eu não digo isso descriminando ninguem, não tenho grande interesse por Yu-gi-oh, mas ja joguei bastante pokemon, e gosto, apesar de não jogar atualmente, fora que devem haver inumeros outros Cardgames bons que não conheço. Mas havendo essa quantidade maior do que eu esperava de nerds que não conhecem Magic, achei valido fazer um texto explicando esse jogo.



O Magic começou no ano de 1993, pela empresa de jogos Wizards of the Coast, que até então era uma pequena empresa. A idéia inicial era que houvesse certa quantidade de cartas diferentes, porem nada tão grande, que permitisse uma quantidade ilimitada de decks ou estratégias diferentes, porem o jogo acabou por fazer tanto sucesso que foi necessaria a criação de uma nova edição de cartas.
Com o tempo, foram surgindo mais e mais edições conforme o sucesso do jogo crescia, sendo que atualmente uma nova edição é lançada a cada três meses. O sucesso alcançado pelo jogo foi tanto, que a Wizards of the Coast, até então empresa de pequeno porte, foi capaz de comprar a TSR, empresa que na epoca lançava livros de Dungeons & Dragons.


Para que quem não conhece o jogo possa entender a idéia principal do jogo, vou dar uma breve explicação. Essa definição não tem a intenção de ensinar alguem a jogar, serve apenas para que os interessados que não tem nenhuma noção sobre o jogo possam entender sua essencia.

No Magic, cada um dos jogadores é um Planinauta (ou Planeswalker, em inglês), ou seja, um Mago capaz de viajar através dos planos. Através de suas viagens por diferentes planos (ou seja, a compra de cartas e boosters de diversas edições diferentes) os Planinautas adquirem conhecimento de novas magicas (ou seja, novas cartas) para serem inseridas em seus Grimórios (termo usado para se referir ao Deck no Magic), para assim poder duelar contra outros Planinautas.

No inicio de uma partida, cada um dos jogadores compra uma mão de 7 cartas, e então, cada um em seu turno, baixam terrenos e magicas.
Através dos terrenos, os Planinautas extraem a Mana, a energia para conjurar suas magicas. A imagem a esquerda é de uma carta de terreno, no caso uma montanha, que gera mana vermelha. A magic a direita é uma criatura, cujo custo de mana é representado em seu canto superior direito. Neste caso, para baixar esta magica seriam necessarios dois terrenos que gerem mana vermelha e dois outros que gerem de alguma cor qualquer, em um sistema um pouco parecido com o do cardgame de pokemon.
Com os terrenos e a mana por eles gerada, os jogadores podem conjurar diversos tipos de Magicas, como as criaturas (que podem ser usadas para atacar seus oponentes), os encantamentos (que permanecem em jogo após sua conjuração e causam algum efeito permanente em jogo), as Magicas Instantanes (que podem ser usadas em qualquer momento do jogo, até mesmo no turno dos oponentes, similar a cartas viradas para baixo em Yu-gi-oh), dentre outros.


Ha algumas maneiras diferentes pelas quais se pode vencer o jogo, mas a mais comum é reduzindo os 20 pontos de vida iniciais de seu oponente a 0, atacando-o com criaturas.








Apesar de essa ser a maneira mais comum de se vencer, ha diversas estratégias que podem ser usadas para isso, ou até estratégias para vencer o jogo de outra maneira, por exemplo: Enquanto alguns decks dão preferencia a baixar muitas criaturas com baixo custo de mana (para que possam ser baixadas mais rapidamente), outros podem dar, por exemplo, preferencia a cartas que descartam cartas da mão do oponente, que impedem criaturas oponentes de atacar, ou que façam com que você ganha mais pontos de vida.

É nisso que entra uma coisa que (em minha opinião) é o mais interessante do Magic: as cores.
Pode ser comparado ao sistema de tipos de pokemon e tipos de energia no Card Game de pokemon, apesar de a maneira como esse sistema é abordado no magic ser um pouco mais complexa, mas isso é um assunto no qual entrarei em um post seguinte, muito em breve!
Espero que tenha conseguido ser claro e que tenha trazido interesse aos que ainda não conheciam bem o Magic!

3 comentários:

  1. Eu não fazia idéia de que cada um no jogo era um mago. oO Não mesmo!
    E olha que comecei no Magic quando os bardos tocavam por ai e os jovens eram bons e inocentes. =B

    ResponderExcluir
  2. Cara magic é um jogo do caralho, mas caro de se jogar. Tanto tempo sem jogar q fique meio saudosista...

    ResponderExcluir
  3. Na verdade, Munchkin é caro também. Muito caro. Provavelmente Magic vence se você comprar feito um louco cartas, mas munchkin o deck básico é 75,00 reais. Isso sem falar em outros jogos que se aproveitam da fama dos animes para subir o preço.

    ResponderExcluir